Fernando Fecchio.

ator  15/08/1980

Ator e bailarino formado pelo Teatro Escola Célia Helena e pela FMU em Educação Física -  estreou no teatro em 1999 com a peça “Te Amo Amazônia”, de Paulo César Coutinho e direção de Lúcia Barroso. 

Em 2000 formou com outros onze atores a “Cia Elevador de Teatro Panorâmico” sob a direção artística de Marcelo Lazzaratto e com a montagem de estreia de “Uma Peça Por Outra”, de Jean Tardieu. Integrou o elenco dos espetáculos “A Ilha Desconhecida” (2001), de José Saramago e “Rei Lear”, de William Shakespeare, ambos com Raul Cortez e direção de Ron Daniels. Ainda com a Cia Elevador trabalhou nos espetáculos “A Hora em que não Sabíamos Nada Um do Outro”, de Peter Handke (2002) e “Amor de Improviso” (2003). No mesmo ano, participou do longa metragem “Seja o que Deus Quiser”, de Murilo Salles. Em 2005 atuou em “Camino Real” de Tennessee Williams com a Cia Antikatártika e direção de Nelson Baskerville.

A montagem “17 x Nelson O Inferno de Todos Nós” (2006) foi baseada na obra de Nelson Rodrigues, também com Antikatártika, e direção de Nelson Baskerville. Na sequência atuou em “Na Cama com Tarantino” da Cia De Teatro Rock, direção de Fabio Ock e Fezu Duarte. 

 “O Homem, a Besta e a Virtude” (2007), de Luigi Pirandello, contou com a direção de Marcelo Lazzaratto e no mesmo ano, “Sonho de Uma Noite de Verão” de William Shakespeare com a Cia da Revista e direção de Kleber Montanheiro. Em 2008 atuou no musical infantil “A Pequena Sereia” com a Cia do Pátio e direção de Isser Korik. A montagem de “Um Dia Quase Igual aos Outros” de Dario Fo e direção de Neyde Veneziano aconteceu em 2009, ano em que o ator participou do seriado “Descolados”, produzido pela Mixer para a MTV. Em 2010, “Pornô Falcatrua 18.633” de Irvine Welsh, direção de Gustavo Machado e “Quarto do Nada” de Fernando Ceylão e direção de Luh Maza.

Produziu e atuou na peça “Serpente Verde Sabor Maçã” (2011) de Jô Bilac com a Cia das Trevas e direção de Lavinia Pannunzio. Em 2012 integrou o elenco de “Quem Tem Medo de Curupira” com texto e músicas de Zeca Baleiro e direção de Débora Dubois. Em 2013, atuou nos espetáculos “Tropa de Elite” de Gueminho Bernardes, “O Burguês Fidalgo“ de Molière, “Clássicos do Circo” e “Totalmente Pastelão”, todos com a Cia Parlapatões e direção artística de Hugo Possolo. Ainda em 2013 estreou o espetáculo de dança infantil “Uma Trilha Para Sua História” de Gustavo Kurlat e coreografias de Dafne Michellepis e Marina Caron.

Em 2014 atuou no longa metragem “A Comédia Divina” – baseado no conto “A Igreja do Diabo” de Machado de Assis) contou com a direção de Toni Venturi.  O monólogo "A Geladeira" de Copi e direção de Nelson Baskerville estreou em 2014. Mais uma vez sob a direção de Nelson Baskerville, atuou em "Suburbano Coração” (2015) de Naum Alves de Souza. No mesmo ano, atuou também no musical infantil "O Menino que não Sabia Chorar" com texto de Paula Autran e direção de Fabio Bradi Torres. Por esta montagem, Fernando foi indicado como Melhor Ator Coadjuvante no Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem /Coca-Cola Femsa).

Em 2017 estreou a comédia musical "Na Laje" de Marcos Ferraz e direção de Fezu Duarte e a montagem "Terra dos Outros Felizes - O Jogo dos Amigos Imaginários" de Michelle Ferreira e direção de Vanessa Guillen. Em 2018 "O Rei da Vela" de Oswald de Andrade com a Cia Parlapatões e "Abra a Janela e Deixe Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã" de Antonio Bivar e direção de André Garolli.

Redes Sociais

  • Facebook
  • Instagram
FF 1.jpg