rafaella candido.

atRIZ  04/07/1989

Atriz e realizadora belenense formada pela Escola de Teatro e Dança da UFPA, em 2017. Cursou Bacharelado em Cinema e Audiovisual e vem realizando trabalhos com cinema e publicidade desde 2011 em Belém do Pará.
No teatro esteve nas produções "Édipo Rei", de Sófocles, com direção e encenação de Denis Bezerra, Karine Jansen e Renan Delmontt; "Nadim Nadinha Contra o Rei de Fuleiró”, de Mário Brasini, dirigido por Paulo Santana e Marluce Oliveira e "O Abajur Lilás", de Plínio Marcos, com direção de Renan Delmontt.
Participou de uma vivência de leitura dramática do texto "O Marinheiro" de Fernando Pessoa, sob a orientação do ator e diretor Cláudio Barradas, nome reconhecido do teatro paraense.
A atriz fez um trabalho de interpretação vocal para a série de animação "Icamiabas na Cidade Amazônia", dirigida por Otoniel Oliveira, com a primeira temporada exibida na TV Cultura, no final de 2017.
Atuou no curta-metragem independente "Canção do Amor Perfeito", sob a direção de Fernando Segtowick e Alexandre Nogueira, lançado em 2018.

Participou da série ficcional "Squat na Amazônia", com direção de Roger Elarrat, exibida pela TV Cultura em 2019.
Ainda como atriz esteve no longa-metragem "A Besta Pop" - primeiro filme do curso de cinema da UFPA - com direção de Artur Tadaiesky, Filipe Rodrigues e Rafael B Silva lançado em 2018 e, mais recentemente, no curta-metragem "O Homem do Central Hotel", com direção da cineasta paraense Zienhe Castro e previsão de lançamento para 2019.
Como realizadora, escreveu, dirigiu e co-dirigiu artisticamente o curta-metragem de animação em stop motion "Adão", realizado pelo edital de criação, experimentação, pesquisa e divulgação artística da Fundação Cultural do Pará, em 2017. A produção ganhou o prêmio de Direção de Arte no Festival Olhar do Norte, em Manaus, em 2018.

Já em São Paulo, fez parte do elenco do núcleo de teatro da USP com a montagem "Fausto", dirigida por René Piazentin, em 2018. Participou de uma vivência de estudos coordenada por Fernanda Stefanski e Aline Filócomo, ambas da Cia Hiato de Teatro, e que resultou no evento "Ninguém ou uma Aprendizagem" apresentado ao público em setembro de 2018, na Casa Palco. 

Em 2019 filmou seu primeiro longa-metragem em terras paulistanas chamado “Solidão que Nada”, com direção de Gabriel Alvim. Participou de um curso imersivo em cinema realizado por Angélica di Paula e Julia Rufino dentro do projeto Cinedelas. E no mesmo ano ingressou no CPT (Centro de Pesquisa Teatral coordenado por Antunes Filho), onde se formou no curso Introdução ao Método do Ator.
Rafaella é mezzo soprano e toca teclado, ukulele e contrabaixo, além de enveredar pela dança e artes plásticas.

Redes Sociais

  • Facebook
  • Grey Vimeo Ícone
  • Instagram