ANA BARROSO.

atRIZ  17/04/1963

 

Ana iniciou sua formação em 1978 no Teatro Tablado onde participou de várias montagens. Fez cursos com Rubens Corrêa, Renato Borghi, Aderbal Freire Filho, Phillipe Gaulier, Guillermo Angelelli e Luiz Carlos Vasconcelos (Clown), entre outros.

Atuou em diversos espetáculos infantis e adultos, tais como: “Flicts”, “Maroquinhas Fru-Fru”, “O Despertar da Primavera” e “O Homem e o Cavalo”.

 

Integrou, a partir de 1989, o Centro de Demolição e Construção do Espetáculo, sob a direção de Aderbal Freire Filho onde atuou em “O tiro que mudou a História”, “Tiradentes, Inconfidência no Rio”, “Turandot ou o Congresso dos Intelectuais”, “Instruções de Uso” e “Senhora dos Afogados”. Trabalhou com o grupo Teatro Due Mondi, na Itália em 1993, aprimorando suas técnicas de Clown e perna-de-pau.  Em 1997/98 atuou em “Don Juan e o Convidado de Pedra”, de Molière, sob a direção de Moacir Chaves e produção de Edson Celulari.

 

Sempre desenvolveu um trabalho voltado para o público infantil, e em 1989 cria a BB Companhia de Teatro, produzindo e idealizando os espetáculos “A História de Topetudo”, “A História do Califa”, “A História de Catarina” e “Lasanha e Ravioli in Casa”, “A Estréia de Lasanha e Ravioli”,  “O Gato de Botas ou a Turnê de Lasanha e Ravioli”, “A Bela Adormecida por Lasanha e Ravioli”, “Lasanha e Ravioli em A Branca de Neve” , “A Bela Lasanha e a Fera Ravioli”, “Pinocchio em As Aventuras de Lasanha e Ravioli” e “No Ar com Lasanha e Ravioli”, última produção da Companhia.

Com o espetáculo “A História de Topetudo”, conquista os prêmios Mambembe de Teatro – 96 como melhor espetáculo infantil, além das indicações como Melhor Atriz e Melhor Texto. Ganha o Prêmio Coca-Cola de Teatro Jovem - 97 como Melhor Atriz, Melhor Texto e Melhor Espetáculo do Ano, e no V Festival de Teatro de Resende – 98 como Melhor Atriz.  Recentemente a Companhia recebeu os Prêmios Zilka Salaberry e CBTIJ, Categoria Especial, pela continuidade de seu trabalho no “Reconto dos Contos de Fadas”. A dupla continua circulando e apresentando seu repertório em projetos pelo Brasil.

 

A partir de 98, atua em “O Congresso dos Intelectuais”, de Bertolt Brecht, adaptado e dirigido por Aderbal Freire-Filho. Em 99/2000 atua no espetáculo “A Resistível Ascensão de Arturo Ui”, produção do CCBB com direção de Moacir Chaves. Como atriz e produtora integra a Péssima Companhia de Teatro, sob a direção de Moacir Chaves atuando no espetáculo “Viver!”, com textos de Machado de Assis e “Violência da Cidade” produção do CCBB. Produz “Fausto”, de Goethe e “Utopia”, todos com direção de Moacir Chaves. Em 2006/2007 atua no espetáculo “Eu Nunca Disse que Prestava”, com direção de Rodrigo Penna e textos de Adriana Falcão e Luciana Pessanha. A partir de 2007 integra o elenco de “O Púcaro Búlgaro”, de Campos de Carvalho, romance-em-cena dirigido por Aderbal Freire Filho. Em 2010 produz e interpreta o monólogo “Merci”, vencedor do Prêmio de Teatro Myriam Muniz e patrocinado pela Oi, texto de Daniel Pennac, com direção de Moacir Chaves. Em 2011, também sob a direção de Moacir Chaves, atua em “Retorno ao Deserto”, de Bernard-Marie Koltès, e sob a direção de Ivan Sugahara “Mulheres Sonharam Cavalos”, de Daniel Veronese. Em 2013, atua em “Rebeldes sobre a Raiva”, sob a direção de Rodrigo Nogueira. Em 2014 participa como atriz do espetáculo “Vianinha conta o Último Combate do Homem Comum”, do original “Em Família” de Oduvaldo Viana Filho, direção de Aderbal Freire Filho, ainda em circulação.

 

De 2001 a 2009 ocupa o cargo de diretora administrativa do Teatro Municipal Maria Clara Machado. Como professora ministrou oficina de Clown para alunos e professores da Escola Ginasiano de Dança na cidade do Porto, além de oficinas de Clown e teatro para crianças e jovens atores em várias escolas e espaços no Rio de Janeiro.

Em 2015 integra o elenco da novela “Verdades Secretas”, de Walcyr Carrasco, sob a direção de Mauro Mendonça Filho, e em 2016 o elenco de “Terra Prometida”, de Renato Modesto, sob a direção de Alexandre Avancini. Em 2017 participa da novela “O Outro Lado do Paraíso” também com a dupla Walcyr Carrasco e Mauro Mendonça Filho. No mesmo ano, volta para Record para integrar o elenco da novela "Jesus", com direção geral de Edgard Miranda.

20180423175304ana-barroso-6.jpg