top of page

maíra .

atRIZ  20/6/1991  1,72

A atriz e cantora carioca Maíra Garrido nasceu em Junho de 1991. 

Bacharel em Canto pela UniRio, fez o curso técnico para formação de atores da Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) e além de desenvolver carreira como cantora e atriz, também é professora de anto e preparadora vocal de atores.

A estreia profissional em teatro foi sob a direção de João Fonseca, com a personagem Mãezinha em “Vem Buscar-me Que Ainda Sou Teu” (2016).

Em 2017 atuou no espetáculo feminista “Eu - Quase - Morri Afogada Várias Vezes”, no qual assinou as composições e a direção musical. Em 2019 subiu aos palcos no Rio de Janeiro e em São Paulo integrando o elenco de “Menines”, sob a direção de César Augusto e Marcia Zanelatto. A peça, que aborda o tema da diversidade de gênero, contou com composições e direção musical da atriz.

Em 2022integrou o elenco do musical "Legalmente Loira", interpretando Paulette, sob a direção de Victor Maia e também subiu no palco com o espetáculo "Molière", tendo como parceiros de cena os atores Renato Borghi e Matheus Nachtergaele, numa produção dirigida por Diego Fortes.

No cenário audiovisual atuou no curta-metragem “Ainda é Cedo”, com direção de Ana Cláudia Ferreira (2017); “Vó, a Senhora é Lésbica?”, curta dirigido por Larissa Lima e Bruna Fonseca (2018); a webserie “Marotos – Uma História”, interpretando a personagem Mulher Gorda, com episódios disponíveis no Youtube e; em 2022 gravou participações nas séries "A Vida Pela Frente", com direção de Leandra Leal e Bruno Safadi e "Cilada" de Bruno Mazzeo.

Na música, integrou o grupo "Mulheres de Holanda"e foi vocalista da Em sua carreira solo como cantora e compositora, acaba de lançar o single “Cada não seu”, música e letra de sua autoria, disponível nas plataformas digitais (Youtube, Spotify, Deezer e Instagram).

Redes Sociais

  • Instagram
  • Facebook
Maíra Garrido_Página.jpg